terça-feira

QUANDO IR..


Em média chove durante todo ano, embora com grandes desigualidades geográficas, A época considerada mais propicía á viagm é a da gravana ou época seca (entre maio e Sentembro) apesar de ser frenquente o céu estar coberto de pequenas nuvens. A época das chuva (Setembro maio) é mais quente, apesar de ser também a mais húmida (os niveis de humidade do ar ultrpassam os 90%).

INFORMAÇÃO A FUMADORES:
Em S. tomé e príncipe, fumadores não são discriminados podendo-se fumar nos bares, restaurantes e hotéis. O tabaco é vendido na maioria dos restaurante mas a um preço elevado, bem como em alguns posto de venda de rua.Á volta do mercado municipal e mercado novo são mais acessiveis, dado ser possivel comprar tabaco em pacotes.

FOTAGRAFIA E VÍDEO:
Na viagem a S.tomé e príncipe é aconselhável levar material fotográfico abundante porque,além de ser difícil, A maioria dos santomenses, principalmente as crianças, gostam de ser fotográfados e, em muitas situações solicitam-no mas, pedem que lhes seja enviada uma cópia pelo que, se recomenda, a identificação de um ponto de referência para ser enviada postoriormente.


NOTA- Os ritmos mais dançados nas discotecas santomenses são:
NOMES DAS DANÇAS ORIGEM
Puita, Kadance ...... São tome/angola/cabo verde
Funáná, Cuduro... Cabo verde/angola
Dombolô,Kuassa-Kuassa... Congo/Zaire
Reguê,Pop, Rap.... Jamaica/américa

CONHECE O MERCADO:

Mercadao municipal-frutas e legumes dos quais se recomendam as diferentes variedades de banana (ouro, prata mançã e de assar);fruta pão (que deve ser assada antes de ser consumida),
jaca (que, por ser um fruto de grande dimensões mas depois de aberto é muito frágil, deve ser arranjada e colocada numa caixa de plástico antes do transporte para não se desfazer)mangustão, sape-sape, canjamanga, manga, mamão, ananás, safú(existe a crença quem come safu volta a São tome ).

ARTISANATOS LOCAL:
Os vendedores da rua oferencem a grande maioria das peças de artisanato mas a um preço negociável sendo recomendável discutir sempre os preço. É provavel que no final da estadia as crianças vendem artisanato na rua tenham adquirido alguma confiança consigo e lhe pençam para deixar uma recordação-um objecto como sapato ou t-shirte mesmo usada. Encontram-se as crianças que vendem artisanato em qualquer rua da cidade, bem como junto aos hotéis e também aceitam encomendas desde que se saiba ixactamente o que se pretende.